Chloe
Female
Portugal
   

<< June 2011 >>
Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat
 01 02 03 04
05 06 07 08 09 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30



If you want to be updated on this weblog Enter your email here:



rss feed










 
Monday, June 27, 2011
我想爱
a minha casa ardeu, recentemente. sem óbitos, porque tudo aconteceu
no momento em que fomos passear, após o jantar. a noite estava quente.
no entanto, nós não estávamos.
a cozinha foi a única divisão que sobreviveu, e mantivemo-la para que pudéssemos realizar espectáculos, performances. lembro-me de numa noite ter sido uma recriação da lady in the radiator. não me recordo de muito mais. sei que não chorei.
a partir de 25 de agosto deixarei o meu nome para trás, e passarei a chamar-me, obrigatoriamente, sangdela (桑德拉).
桑 (sang) significa amoreira. tenho flores que se comparam a estrelas, e frutos de sangue apaixonado.
德 (de) significa virtude, bondade,ética, moral, carácter.
拉 (la), na verdade, é um carácter que não me apraz. é comummente utilizado para designar o acto de puxar, embora tenha mais significados.

talvez esteja na altura de me recriar. deixar a Sandra e as palavras da Sandra, torná-las as palavras da Sangdela. nas palavras do sangue dela.
por fim, construir, não reconstruir, porque isso implicaria o renascimento de, um lar.
a minha casa ardeu mas eu não sei se alguma vez ela existiu. ou se parou de arder.

Posted at 03:03 am by Chloe

mancha
August 23, 2011   05:36 AM PDT
 
sangdela minha futura, nova e velha amiga... a tua casa não ardeu se calhar não era suficientemente por ti sentida mas nunca deixou de ser tua... as coisas podem ser nossas mesmo quando não as queremos, no fundo não nos queremos a nós.Mas sandra a sangdela é nova e cheia de experiências, é mais bonita e jovem,renasceu eu acho... tu mereces esse renascer
groze
July 23, 2011   10:53 PM PDT
 
"Pedro Tiago likes this."
groze
July 23, 2011   06:31 AM PDT
 
Escrevi (já por duas vezes) um comentário enorme, aqui, que não apareceu... não vou repetir a reflexão, que foi uma coisa do momento, sobre "Likes" e a impessoalidade do facebook, também porque estou a pensar criar uma nota sobre isso no próprio facebook, mas fica a saber que este texto, na sua aparente simplicidade, me comoveu bastante. Tenho-o em conta como um dos teus melhores.
 

Leave a Comment:

Name


Homepage (optional)


Comments




Previous Entry Home Next Entry